Suspeito de matar dançarina, ex-namorado diz que ficou dois dias com cadáver

Dançarina cearense morta pelo ex-namorado

Dançarina cearense morta pelo ex-namorado

A dançarina Ana Carolina de Souza Vieira, de 30 anos, foi encontrada morta no apartamento em que morava na Zona Sul de São Paulo, na manhã desta quarta-feira. Ana Carolina, que era natural do Ceará, já havia feito testes para a banda Aviões do Forró há 12 anos e participou em junho do concurso “Bailarina do Faustão”, da TV Globo, em São Paulo.

O boletim de ocorrência informa que os zeladores do prédio sentiram cheiro forte vindo do quinto andar, tocaram a campainha e, como ninguém atendeu, entraram pela porta destrancada. Foi então que encontraram o corpo coberto em cima da cama. No quarto, um ventilador ligado e vários incensos acesos.

A Polícia Civil prendeu o ex-namorado de Ana Carolina, Anderson Rodrigues Leitão, nesta tarde. Na delegacia, Anderson deu entrevista ao portal G1 e contou como se deu o crime, cuja motivação foram ciúmes.

O acusado confessou que estrangulou a dançarina e depois tomou chumbinho para morrer abraçado a ela, mas o veneno não fez efeito. De acordo com a polícia, Anderson vai responder criminalmente por homicídio e ocultação de cadáver – ele afirmou que passou dois dias com o corpo da ex-namorada.

Pouco antes de ser preso, Anderson postou uma mensagem de despedida no Facebook. “Deus tenha misericórdia de nossas almas. Adeus a todos”, publicou.
Diário de Pernambuco