Sessão solene homenageia jornal A Ordem pelos 80 anos de existência

bbO jornal “A Ordem” foi homenageado pela passagem dos 80 anos de existência em sessão solene realizada na manhã desta sexta-feira (13). A comemoração foi proposta do deputado Souza (PHS), que destacou sua importância para a igreja Católica e a sociedade do Rio Grande do Norte.

“Com A Ordem, ao longo dessa história, desde o distante ano de 1935, entre duas grandes guerras mundiais, numa Natal bucólica e distante de ser a metrópole de hoje, temos a missão que não muda, apesar das mudanças. Aperfeiçoa-se sem perder sua natureza de informar formando. Questiona sem ser inquisidor. Vetusto, mas não caquético, A Ordem é a própria voz da Igreja Católica, nesses 80 anos de história”, disse o deputado propositor da homenagem.

Souza ressaltou que o Jornal firma-se como referência, lança luz sobre a palavra divina e seus dogmas, sem se fechar para o mundo lá fora, que cada dia mais angustia o homem.

Dez pessoas foram homenageadas, durante a solenidade, com placas comemorativas: Luiza Caroline de Araújo, Luzia Faustino de Freitas, padre Edilson Soares Nobre, Dom Eugênio de Araújo Sales (In Memoriam), Flávio Luiz da Silva, Dom Heitor de Araújo Sales, Dom Jaime Vieira Rocha, Manoel Carlos Chaparro, Dom Matias Patrício e Otto de Brito Guerra (In Memoriam).

Ao falar em nome dos homenageados, o arcebispo Metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha destacou a importância do jornal A Ordem e descreveu as três fases do jornal que atualmente continua sendo impressa em máquina copiadora, com periodicidade semanal.

“A Ordem é hierarquia e é disciplina. É respeito e é autoridade. É amor sadio e é fraternidade. É, numa palavra, cumprimento exato de deveres, virtudes essas que faltam à civilização atual, cujo senso do divino, meta insubstituível da vida, se foi amortecendo a partir do Renascimento”, disse Dom Jaime enaltecendo o significado do título do jornal.

A Sessão foi presidida pelo deputado Hermano Morais (PMDB) e contou na mesa com Dom Heitor de Araújo Sales, Dom Matias Patrício, Dom Jaime Vieira Rocha e o capelão naval capitão tenente Dalvio José, representando o comandante do III Distrito Naval, vice-almirante Afrânio de Paiva Moreira Júnior. A sessão contou ainda com a presença em plenário do deputado Carlos Augusto (PTdoB).