Reprovação de contas prejudica planos de Fafá Rosado

FafaA ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) sofreu um golpe duro depois que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) rejeitou suas contas de campanha de 2014. A decisão ainda pode ser revertida, mas se o Ministério Público impetrar uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), a ex-chefe do Poder Executivo mossoroense pode perder o diploma de suplente de deputada federal e se tornar inelegível.

Com esse drama jurídico, a ex-gestora entra na vala comum das ex-prefeitas Cláudia Regina (DEM) e Rosalba Ciarlini Rosado (sem partido), que estão penduradas por questões jurídicas. Fafá ainda pode manter o projeto, mas precisará desviar a atenção e tentar evitar esse que pode vir a ser o seu maior problema.

Cláudia Regina, ex-prefeita cassada, responde a 11 processos referentes à eleição de 2012. Além disso, embora ela tenha tido as contas de campanha aprovadas em primeira instância, acabou sendo cassada por irregularidades na prestação dessas mesmas contas.