Quatro pessoas detidas após morte de radialista em Lagoa de Itaenga/PE

Radialista foi morto dentro de papelaria Foto: Reprodução/TV Jornal

Radialista foi morto dentro de papelaria Foto: Reprodução/TV Jornal

Quatro pessoas foram detidas, nesta terça-feira (10), em Lagoa de Itaenga, na Mata Norte do Estado, a cerca de 70 quilômetros do Recife, por tráfico de drogas e porte de arma. A polícia investiga se elas podem estar envolvidas no assassinato do radialista Israel Gonçalves Silva. Ele comandava o programa Microfone Aberto na rádio comunitária Itaenga FM, em que falava sobre a criminalidade e denunciava irregularidades da gestão municipal. Um dos detidos, um adolescente, estava com um revólver calibre 38. A arma será periciada. As diligências em busca de outros suspeitos continuam.

Israel foi morto a tiros dentro de um estabelecimento, por volta das 7h30. De acordo com a Polícia Militar, dois homens em uma moto fizeram a abordagem. O que estava de carona desceu, atirou e depois fugiu no veículo, sem levar nada. Não houve tempo para reação. O radialista tinha acabado de deixar os dois filhos, de 12 e 13 anos, no colégio. (JC online)