Processo de interiorização do Turismo é debatido em audiência pública

audienciaDiscutir os meios para encurtar a distância entre o interior e a capital do Rio Grande do Norte. Foi com essa premissa que o deputado estadual Souza Neto (PHS) propôs a audiência pública que debateu as potencialidades econômicas e turísticas das regiões do interior do Estado, na manhã desta sexta-feira (9), no prédio da Governadoria. O debate contou com a participação de representantes de entidades ligadas ao turismo e comércio, além de prefeitos e secretários de município.

“Esperamos que esse discurso possa se transformar em realidade através de um projeto que seja de estado e não de governo. É preciso descentralizar investimentos e gerar oportunidade nas mais diversas regiões. A interiorização do desenvolvimento é imprescindível, o RN precisa repensar seu modelo de desenvolvimento, centrado apenas na região metropolitana. É preciso criar um calendário regional de eventos e investir”, destacou o deputado.

A necessidade de um trabalho alinhado, por parte de todas as esferas da administração pública, iniciativa privada e sociedade, foi enfatizada na fala dos que participaram da audiência pública.

“Acho que o turismo de sol e praia do nosso estado é diferenciado, temos praias com movimento, com falésias, dunas e demais componentes como rios e lagoas. Mas também não é só o turismo de sol e praia. Temos O turismo náutico, religioso, de aventura e ainda temos mata, parques, sítios arqueológicos, atrações privadas e muito mais. Precisamos de união para mostrar essas riquezas para o Brasil e para o mundo”, disse o prefeito de Baia Formosa, Nivaldo Melo.

Representante da Federação das Indústrias do RN, Helder Maranhão, destacou a necessidade de descentralização do desenvolvimento econômico no estado. “Apesar de o turismo não ser uma atividade natural da Fiern, trabalhamos para isso. Tudo com identificação de oportunidades, promovendo pesquisas, palestras e outras atividades. Propomos a realização de um pacto político e social p