Para justificar finanças do Clube, José Adécio quer ‘teto salarial’ no ABC

José Adécio concede entrevista coletiva a imprensa

José Adécio concede entrevista coletiva a imprensa

Durante o lançamento de sua candidatura à presidência do ABC, o deputado José Adécio deu detalhes de como pretende melhorar a situação financeira do clube Alvinegro.

Uma das principais medidas, segundo Adécio, será a implantação de um teto salarial. “Estabelecerei com a diretoria um teto salarial, assim teremos mais facilidade para controlar os investimentos, independente de quem seja o meu executivo de futebol”.

O deputado também afirmou que pretende continuar com Sérgio China e que não contratará técnicos “salto alto” como Hélio dos Anjos e Toninho Cecílio. “Esse tipo de treinador só entrará no Frasqueirão se estiver treinando o time adversário”.

Veja algumas outras medidas que José Adécio Pretende adotar caso seja eleito, de acordo com plano de gestão divulgado para a imprensa:

– Ter um plantel entre 25 e 30 jogadores;

– Conseguir patrocínio municipal e estadual; receitas provenientes de jogos e festas; se necessário, doação de alguns abnegados definindo valor (sem ser empréstimo); Aumento da receita dos jogos; receitas de sócios e conselheiros;

– Demitir quase a totalidade do atual plantel, com exceção de dois ou três jogadores;

– Criar uma estrutura administrativa altamente profissionalizada, com executivos remunerados, com competência comprovada e se possível identificados com ideais do clube.

Agora RN