Henrique defende permanência de Cunha na presidência da Câmara dos Deputados

200O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), comentou, em entrevista ao portalnoar.com, a situação do presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB), que responde a processo no Conselho de Ética da Casa por quebra de decoro. Para o ministro, Cunha tem legitimidade de permanecer no comando do legislativo enquanto apresenta sua defesa.

“Eduardo Cunha se manterá presidente da Câmara, vai apresentar sua defesa no Conselho de Ética, também ao Ministério Público Federal. Está cumprindo todas as etapas e a Câmara respeitando seu direito como presidente. Deve aguardar ser exercido plenamente o seu direito de defesa”, declarou Henrique.

A situação de Eduardo Cunha é complicada. Ele foi eleito com a maciça maioria dos votos dos deputados federais. No entanto, perdeu apoio após ser acusado de ter quatro contas na Suíça, as quais ele negou possuir em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. O peemedebista agora terá que se explicar no Conselho de Ética do legislativo.

Deputados federais do Rio Grande do Norte que votaram em Eduardo já defendem seu afastamento, como é o caso de Rafael Motta (PROS) e Beto Rosado (PP). Os deputados Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (PMDB), que também apoiaram a candidatura de Cunha a presidência, reconhecem que a situação é grave e que, se comprovadas as denúncias, a situação dele é insustentável.
Portal no ar