Crônica: RELEMBRANDO AREIA BRANCA

DEBAIXO DOS CARACÓIS DOS SEUS CABELOS.  Esta música lembra-me o dia 14 de agosto de 1972, numa linda tarde. Eu estava sentado na calçada do Grupo Escolar Conselheiro Brito Guerra em Areia Branca, vendo a chegada do ônibus da Viação Nordeste, vindo de Natal, trazendo conterrâneos para a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes e para o Baile do Ivipanim Clube que se realizaria naquela data.

Esta música encantava a todos nós, jovens, naquela época tão difícil da conturbada história nacional, e era a música hino de todos os areiabranquenses que desejavam retornar, cheios de amor, à nossa querida Salinésia.  (Gilvan Rodrigues Leite (Gestor Público e Gestor Ambiental aposentado).