“Oposição” de João Câmara, precisa – urgentemente – se reinventar”, diz Flávio Sami

Vereador Flávio Sami

A “Oposição” de João Câmara, precisa – urgentemente – se reinventar. Parece filme da sessão da tarde! Me fez lembrar aquele filme “Lagoa Azul”, do autor, Henry de Vere Stacpoole, lançado em junho de 1980.

Ser precipitada parece ser sua marca registrada. Já estão dando como certa a queda do Prefeito Maurício Caetano, nos autos da ação eleitoral n. 0000698-53.2016.6.20.0010, de modo que, as mancomunações e conchavos políticos visando a prefeitura municipal, ainda em 2018, parece já ter começado. Pelo menos é o que se tem percebido nos discursos abertos proferidos no último dia 28/01, durante uma confraternização ocorrida na Granja do Sr. Zezinho do Quintal II, no Município de Extremoz/RN.

Será que não aprendem nunca! Será que não sabem que enquanto houver recursos judiciais disponíveis o mandatário continua no cargo. Mesmo assim, muito se pergunta: A oposição, neste momento, tem o que mostrar ao eleitor Camarense, caso haja mesmo eleições suplementares? Como alternativa ao projeto vavazeiro/Mauricista, o que tem dialogado a Oposição com as comunidades e povoados em termos de projetos e ações governamentais?

O que poderia melhorar em João Câmara com a Oposição no comando dos rumos desta cidade? Não basta à oposição apontar os erros do governo em exercício. Tem que apresentar um projeto de desenvolvimento municipal consistente e sustentável que caia nas graças do eleitor. Qualquer coisa fora desse contexto é puro proselitismo político. Obs.: Eu não me fiz presente nesse “encontrão”!

Texto escrito pelo vereador Flávio Sami em sua página em uma rede social sobre o encontro ocorrido no último final de semana em uma granja no município de Extremoz.