Gleisi diz que Haddad, a pedido de Lula, não irá mais visita-lo

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse ontem (9) que o candidato do partido à Presidência, Fernando Haddad, a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não deve visitá-lo em Curitiba na etapa final da campanha. Lula está preso desde abril na carceragem da Polícia Federal após condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Ir a Curitiba nas segundas-feiras passou a fazer parte da rotina de Haddad, como ocorreu na antes de ontem (8) logo após o primeiro turno das eleições. De acordo com Gleisi, foi o próprio Lula que determinou a Haddad para concentrar os esforços na campanha.
Com informações da Agência Brasil

Qual sua opinião?