ROTA prende líder de rebelião que destruiu penitenciária de Alcaçuz

A Penitenciária Estadual de Alcaçuz virou notícia nacional por ter sido palco de um dos maiores massacres de presos no ano. Integrantes de duas quadrilhas rivais entraram em confronto e causaram mais de 25 mortes. Nesta sexta-feira (15), O batalhão de elite da Polícia Militar de São Paulo, ROTA (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) prendeu um dos líderes desse motim.

Os policiais faziam um patrulhamento de rotina pela Rodovia Ayrton Senna, na cidade de Guarulhos, quando suspeitaram da atitude de dois homens que trafegavam dentro de um táxi no sentido São Paulo. “Foi uma abordagem de rotina, podia não dar em nada, mas não foi bem assim.

Quando eles avistaram a viatura pelo retrovisor logo ficaram assustados e isso levantou uma forte suspeita dos PMs que fez com que a gente fosse atrás. Como nós estávamos em uma região movimentada não tiveram nem a chance de fugir”, disse o Tenente Mendonça, que atendeu a ocorrência ao lado do Sargento Taylor, do Cabo J. Augusto, do Cabo Marco Antônio e do Soldado Ivo.

 

Qual sua opinião?