Dois homens são presos e uma adolescente apreendida suspeitos de matar advogado em Natal

Advogado, irmão de delegada foi morto durante assalto em Natal (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Dois homens foram presos e uma adolescente apreendida nesta quinta-feira (18) suspeitos de terem participado da morte do advogado Magnus Vinícius Pinheiro de Souza, de 55 anos, vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido no dia 2 de maio, em Natal.

Um dos homens e a adolescente foram presos na capital do estado; o outro suspeito, no município de Espírito Santo, na região Leste potiguar.

O advogado chegou a capotar o carro tentando escapar dos bandidos. Ele era irmão da delegada aposentada da Polícia Civil Rossana Pinheiro, ex-titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam).

Um dos suspeitos presos confessou o crime e afirmou que a adolescente, que é irmã dele e estava no carro no momento do disparo, teria sido utilizada como isca para atrair a vítima, e que a mesma teria roubado os pertences do advogado após o latrocínio e vendido ao seu companheiro na Praia de Pirangi.

O delegado-geral de Polícia Civil do RN, Correia Júnior, detalhou a ação e ressaltou acerca da importância das ações realizadas pela DHPP. “As equipes de policiais civis prosseguirão nas investigações a fim de identificar os locais onde os objetos do advogado foram vendidos e as pessoas que compraram os mesmos, para que essas respondam pelo crime de receptação. Ressaltamos a importância da realização de denúncias anônimas pela população, que pode ajudar nas investigações e elucidação de crimes”, detalhou.
Do G1 RN

Qual sua opinião?