TVU comemora 47 anos com novidades na programação

Nesta segunda-feira, 2, a TV Universitária (TVU) do Rio Grande do Norte completa 47 anos de existência. Inaugurada em 1972, a emissora pública já foi casa de muitos servidores e alunos de comunicação. Este ano, em comemoração a seu aniversário, a TVU apresenta programação especial de hoje até sábado, 7, quando vai acontecer o lançamento do programa Ginga, ao vivo, no Parque das Dunas, das 12h às 14h.

De acordo com a diretora da TVU e da Rádio Universitária, Mirian Moema, muitas novidades vão aparecer durante a semana de comemoração do aniversário da TVU. Dentro do primeiro dia de programação está a edição especial do programa Grandes Temas sobre o papel das televisões públicas.

Da mesma forma, o TVU Notícias vai exibir, ao decorrer da semana, programas diários com matérias especiais sobre os 47 anos da emissora.
Nesta terça-feira, 3, ocorre a estreia do programa especial de aniversário Bastidores da TVU RN, no qual profissionais vão contar tudo sobre a rotina da emissora. Na quarta-feira, ao meio-dia, e no sábado, às 15h30, o programa será reprisado.

Na quinta-feira, 5, é a vez dos profissionais Rodivan Barros e Fábio Izaias compartilharem suas histórias de profissão na TV com o apresentador Edmilson Lopes no Memória Viva Especial 47 anos. No dia seguinte, sexta-feira, vem o programa Olhar Independente relembrando produtos audiovisuais sobre a trajetória da TV Universitária.

Para encerrar a programação da semana, no sábado, 7, às 12h, ocorre a estreia do mais novo programa ao vivo da TVU RN, o Ginga. Com apresentação de Ednaldo Martins, o programa será uma roda de samba descontraída no Parque das Dunas. Mirian Moema revela, ainda, que a previsão é que Ginga continue mensalmente na programação da televisão.

Segundo ela, para a produção de Ginga, a vontade de um programa cultural em comemoração aos 47 anos da TV se uniu com a ideia de um antigo programa da Rádio Universitária, resultando no lançamento que acontece neste sábado. “O Ednaldo Lopes [apresentador do Ginga] já faz esse programa na rádio durante algum tempo, sob o nome de Roda de Samba. Então a gente pensou: ‘por que não trazer essa proposta cultural para a TV?’. Trabalhando, claro, com a linguagem da televisão e a questão da transmissão ao vivo”, afirma.

Qual sua opinião?