Servidores do Judiciário estadual aderem à greve geral

justiça_2.jpg

Os trabalhadores e trabalhadoras do poder judiciário do Rio Grande do Norte decidiram na tarde desta quarta-feira, 19, em Assembleia Geral Extraordinária, paralisar as atividades no dia 28 de abril, para participar da Greve Geral que acontecerá em todo o país, contra as reformas da previdência e trabalhista.

Visando mobilizar a categoria, os diretores irão passar nos locais de trabalho, distribuindo material de divulgação sobre o movimento, convocado pelas Centrais Sindicais. Mais de 15 sindicatos de servidores do poder judiciário do país já realizaram assembleias e confirmaram participação.

Na abertura da AGE, o Diretor Coordenador Gersonilson Martins fez um balanço das medidas já tomadas pelo Governo Temer, que atingem duramente todos os trabalhadores e trabalhadoras, independente de serem do setor público ou da iniciativa privada.

“Não adianta ficar limitado à militância nas redes sociais, temos de ir às ruas para impedir o fim da previdência e a perda dos direitos trabalhistas”, afirmou Gersonilson Martins.

Qual sua opinião?