Prefeitura e DNOCS despejam 200 mil alevinos de tilápia na Lagoa de Extremoz

A Prefeitura de Extremoz e o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS) fizeram ontem mais uma etapa do repovoamento da Lagoa de Extremoz com tilápia. Foram despejados 200 mil alevinos – nome dado ao peixe que recém-eclodiu do ovo – dessa espécie de peixe de água doce tradicional na subsistência familiar dos potiguares. 

O requerimento foi feito ao DNOCS pela Prefeitura de Extremoz, através da Secretaria Municipal de Pesca. Os peixes vieram de Caicó trazidos em um caminhão da Estação de Piscicultura Estevão de Oliveira. 

Esta foi a segunda etapa do repovoamento da Lagoa de Extremoz, que recentemente passou por um período de seca em razão da estiagem, afetando a vida de quem sobrevive da atividade pesqueira na região. 

A primeira etapa de repovoamento foi feita em dezembro do ano passado, com mais 200 mil alevinos de tilápia. A partir do quarto mês de idade as fêmeas já estarão prontas para a reprodução.

Política em Foco