Policiais e bombeiros militares iniciam acampamento na Governadoria e aguardam atendimento às reivindicações‏

Bombeiros e policiais militares acampam em frente a governadoria

Bombeiros e policiais militares acampam em frente a governadoria

Os policiais e bombeiros militares estaduais iniciaram na manhã desta quarta-feira, 05, o acampamento em frente à Governadoria para reivindicar o devido enquadramento dos níveis remuneratórios, a remuneração de acordo com o posto de graduação e a promoção ex officio – concedida quando o graduado permanece por tempo dobrado em um mesmo nível por causa da ausência de vagas.

Na tarde da última terça-feira, 04, a secretária de Segurança Kalina Leite e a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, receberam a pauta de reivindicações da categoria e marcaram nova reunião para o dia 17, quando terão uma resposta concreta do Poder Executivo.

O acampamento segue até essa data com os profissionais de folga, à paisana e desarmados, mas caso o retorno do governo seja negativo, a partir do dia 18 os policiais e bombeiros a serviço cumprirão expediente no local.  As representantes do governador Robinson Faria se comprometeram a fazer um levantamento dos militares que têm direito às demandas já previstas em lei, mas ainda não colocadas em prática por falta de condições financeiras.

Segundo o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques, existem profissionais promovidos há mais de dois anos recebendo salários das graduações anteriores, além de outros há mais de 10 anos sem ascender profissionalmente.