Para ajustar contas, prefeito de São Gonçalo vai exonerar todos os cargos em comissão do Município

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio, vai começar 2019 ajustando as contas do Município. E para isso vai exonerar, por decreto, todos os cargos comissionados. Paulinho vai aproveitar para ajustar também as bases políticas, já que abriu muitas portas para quem lhe fechou nas eleições de outubro.

A partir de janeiro, com a previsão de queda no repasse de ICMS, o município de São Gonçalo deverá perder em torno de 800 mil ao mês, e as contas terão que ser refeitas. As exonerações acontecerão no final do ano e as nomeações, necessárias – os jabutis deverão descer das árvores – serão feitas ao longo de 3 meses e a conta gotas.

São muitas árvores de Natal plantadas em São Gonçalo, numa proporção bem maior do que a ponte aérea diária entre os dois municípios.

Então, quem não cumpre com a carga horária, está candidato a ficar fora do conta gotas de 2019.
Thaisa Galvão

Qual sua opinião?