Ministério Público quer retirar PMs que fazem a vigilância do Morro do Careca

Foto: reprodução-internet

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu nesta quinta-feira, 10, inquérito civil para apurar a utilização de policiais militares no serviço de vigilância ao Morro do Careca, em Ponta Negra, na zona Sul de Natal.

A medida requer que o serviço, que hoje é realizado pela PM e agentes da Guarda Municipal, seja feito por integrantes das Forças Armadas. De acordo com o promotor público Wendell Beetoven Ribeiro Agra, autor do inquérito civil, o objetivo da ação é promover uma alternativa para o monitoramento da área de proteção ambiental, que também engloba a área da Barreia do Inferno.

O objetivo é otimizar a utilização dos agentes da Companhia Independente de Proteção Ambiental da Polícia Militar (CIPAM) no combate de crimes contra o meio ambiente. Ainda segundo ele, os militares das Força Aérea Brasileira (FAB) – que já atuam na proteção da Barreira do Inferno – poderiam absorver esta obrigação

Jornal Agora RN

Qual sua opinião?