Mães desistem de bazar para diabéticos após Prefeitura cobrar taxa de ocupação de praça

Um grupos de mães desistiu de realizar um bazar para compra de insumos para crianças diabéticas. Motivo é que a Prefeitura de Mossoró cobrou uma taxa para que elas pudessem ocupar uma praça pública.

O bazar seria realizado no dia 07 de dezembro na Praça Felipe Guerra e tinha o objetivo de suprir justamente a falta de assistência da Prefeitura de Mossoró, que atrasa o repasse de insulinas com regularidade e praticamente não tem fornecido os insumos dos pacientes diabéticos.

O problema é que ao informar a realização do bazar na Secretaria Executiva de Urbanismo, as mães foram surpreendidas com a cobrança de uma taxa de R$ 97,00 pela ocupação da praça pública por 4 horas.

“Fui na secretária de urbanismo pedir autorização pra fazer o bazar. Depois que eu entreguei uma papelada que eles pediram, ligaram pra ir pegar a autorização. Quando cheguei lá eu tinha que pagar primeiro os 97,00 para poder pegar a autorização”, relata Grislaynne Valentim, mãe da criança com diabetes e que era uma das organizadoras do bazar. Ela acrescenta que “não falaram sobre o pagamento da taxa” quando buscou informações.

Portal Oeste.com