Fiscalização encontra 50 academias e 24 profissionais irregulares no RN

Uma fiscalização encontrou 50 academias de musculação e 24 profissionais irregulares no Rio Grande do Norte. A ação do Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região passou por 41 cidades potiguares durante todo o mês de setembro.

Das 50 academias, 25 delas sequer eram registradas no Conselho, o que as impediam de oferecer esse tipo de serviço. Ao todo, 11 academias foram fechadas ainda durante a presença dos fiscais pela falta de condições.

Além das interdições, as 24 pessoas que trabalhavam sem o registro no Conselho de Educação Física vão ser denunciadas ao Ministério Público por exercício ilegal da profissão de Educação Física, baseado no que determina a lei federal número 9.696 de 1º de setembro de 1998 que regulamenta essa atividade profissional.

“Esse trabalho é importante para que os donos dessas academias tenham a consciência de que a regularização é importante para que a comunidade possa ser atendida de uma forma segura. O lado positivo é que, com o aumento das fiscalizações, aumenta também a procura pela regularização”, explica Luiz Marcos Peixoto, chefe do departamento de fiscalização do Conselho de Educação Física.

Além das academias, a fiscalização também atuou em eventos, condomínios e escolas. Ao todo, foram averiguadas 48 denúncias feitas pela população.

Do G1 RN

Qual sua opinião?