Fiscais ambientais fecham abatedouro clandestino na Zona Oeste de Natal

Abatedouro clandestino funcionava há mais de 50 anos

Uma denúncia anônima feita a ouvidoria da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) culminou na interdição de um abatedouro clandestino, que funcionava há cerca de 50 anos, na Rua Rio Potengi, que fica à margem da linha férrea, no bairro das Quintas, zona oeste de Natal.

No local foram encontrados mais de 60 animais entre suínos, caprinos e galináceos. Os bichos abatidos seriam comercializados nas feiras livre da cidade e em alguns açougues da região. A ação contou com o apoio do Grupamento Ambiental da Guarda Municipal (GAAM/GMN).

Segundo o supervisor de Fiscalização de Ambientes Naturais e Biodiversidade (Sanbio) da Semurb, Gustavo Szilagyi, o local além de não possuir licença para funcionar, não mantinha condições mínimas de higiene para a realização da atividade. “Os animais estavam alojados em locais insalubres, e, os cortes eram realizados em locais com higiene zero. O mau cheiro que o local exalava atraia inúmeras moscas que transitam sobre os pedaços de carnes livremente. Para diminuir o odor eles faziam um grande buraco no final do terreno para enterrar os restos de animais e tocavam fogo”, relata Szilagyi. Com informações da Semurb.

Qual sua opinião?