AGN garante apoio a 190 empreendedores de quatro cidades do RN em dois dias

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte liberou em apenas dois dias um volume de quase R$ 600 mil em financiamentos em condições especiais para empreendedores do estado em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus. No período, foram 190 potiguares que receberam o apoio da AGN através do programa Microcrédito do Empreendedor.

As liberações realizadas a partir das assinaturas de contratos realizadas entre a quarta e a quinta-feira desta semana contemplou as cidades de Currais Novos, Jucurutu, Equador e Santa Cruz. Ao todo, foram R$ 597,3 mil injetados na economia das quatro localidades e que deverão oferecer a possibilidade de empreendedores investirem e darem suporte aos seus negócios.

O município de Jucurutu foi o destaque no número de contratos desta leva de financiamentos com um total de 120 empreendedores contemplados após o procedimento necessário à liberação do crédito e garantiu um volume de recursos próximo de meio milhão de reais. Todo o procedimento para a assinatura dos contratos tem sido amparada com todos protocolos necessários para garantir a segurança de empreendedores, colaboradores e parceiros da AGN.

Para a diretora-presidente da Agência, Márcia Maia, as liberações são fundamentais no processo de retomada da atividade econômica para garantir que os empreendedores possam realizar as adequações necessárias aos seus empreendimentos, ajustar estoque, promover investimentos ou mesmo garantir a manutenção do empreendimento a partir do capital de giro.

“É um esforço concentrado de toda equipe de colaboradores, desde aqueles que estão no campo realizando as liberações até os responsáveis pelo atendimento virtual, análise de processos e demais setores da instituição. Sabemos do papel fundamental da facilidade no acesso ao crédito neste momento, temos o apoio total do Governo do Estado e da governadora Fátima Bezerra para garantir que os empreendedores possam ter o apoio que necessitam para superar essa dificuldade imposta pelo Covid-19 à vida dos potiguares e à economia”, afirmou Márcia.

Sobre crédito

A partir da situação de pandemia, a AGN implementou uma série de medidas voltadas para melhoria do acesso ao crédito, ampliou limites de financiamento, opções de garantia e até mesmo de setores atendidos. Atualmente, as linhas contemplam segmentos que atuam nas áreas do Agronegócio, Indústria, Comércio e Serviços – com destaque para as linhas voltadas para transporte escolar, instituições de ensino, empreendimentos voltados à atividade física.

Além disso, a instituição continua a atender o setor de Cultura, Artesanato, Turismo – inclusive com condições especiais para o segmento, bem como, a manutenção do apoio ao microempreendedor do RN com financiamentos com limites estendidos, novos prazos e o bônus de adimplências nos juros para o bom pagador.

Qual sua opinião?