Governo deve acatar proposta do TJ para professores, afirma SEEC

Após 26 dias de greve na educação estadual, o governo do Rio Grande do Norte decidiu em reunião realizada na noite desta segunda-feira(16) acatar a proposta de conciliação apresentada pelo desembargador  do Tribunal de justiça (TJRN), Glauber Rêgo e algumas das ressalvas feitas pelo sindicato da categoria.

De acordo com a titular da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, Cláudia Santa Rosa, a proposta aprovada prevê a implementação do reajuste salarial de 6,81% dos servidores  ativos a partir de abril e o parcelamento do reajuste em seis parcelas, de abril até setembro, para os inativos, com o prejuízo do parcelamento reparado a partir do mês de outubro. O pagamento do retroativo de janeiro até março também deverá ser feito em seis meses.

 

Qual sua opinião?