Secretário de Saúde do Estado garante que fortalecimento dos hospitais regionais irá beneficiar a população

Gestor reforçou necessidade de pessoal na rede pública de saúde

Na audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa do RN para discutir o processo de fortalecimento dos hospitais da rede pública estadual, na tarde desta quarta-feira (16), o secretário estadual de Saúde, médico Pedro Cavalcanti, reafirmou que os perfis estão sendo reordenados e obedecendo o princípio de verticalização do Sistema Único de Saúde (SUS), seguindo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público (MPE-RN) e Tribunal de Contas (TCE-RN).

“Estamos obedecendo a lei e o que foi firmado no Termo de Ajustamento. O SUS tem por base a pactuação, o Estado não irá se eximir de suas responsabilidades e os municípios terão que também assumir algumas prerrogativas. Os servidores não serão prejudicados, nem a população”, garantiu o gestor da Sesap.

Pedro Cavalcanti também mencionou que diante das reformas e expansão que estão em curso na rede, será necessário investimento em pessoal, pois a secretaria teve a perda de cerca de 4 mil servidores nos últimos quatro anos, em virtude das aposentadorias. Desse montante, foram mais de 530 médicos, mais de 600 enfermeiros, além de técnicos que precisam ser substituídos. O secretário afirmou que sobre esta necessidade, de reforço de pessoal, terá audiências com o Ministério Público e Tribunal de Contas. No momento, os contratos com as cooperativas tem sido de fundamental importância para o funcionamento das unidades de saúde.

Qual sua opinião?