Operação Manus: Fred Queiroz confirma em juízo movimentação de R$ 2 milhões de caixa 2 em campanha de Henrique Alves

O delator da Operação Manus, Fred Queiroz, confirmou em depoimento à Justiça Federal nesta quarta-feira (4) que parte do dinheiro que movimentou a campanha de Henrique Eduardo Alves em 2014 para o Governo do Estado foi através de caixa dois.
Fred é dono da Prátika Locações, que foi contratada na campanha para atividade de mobilização de militância.

Ele confirmou que movimentou em dinheiro pessoalmente R$ 1 milhão, quantia que foi receber em viagem a São Paulo. Os recursos eram da Odebrecht.

O dinheiro foi repassado a ele por Norton Masera, assessor de Alves. Ao todo, Fred diz que houve R$ 2 milhões em caixa dois, mas o outro milhão de reais ele afirmou não saber que destinação teve.

Outros R$ 5 milhões são questionados pelo Ministério Público Federal como objeto de propina. Isso porque, apesar de terem sido declarados, o MP alega que foram recursos provenientes de desvios de recursos de empresas investigadas na Lava Jato. Ao todo, a Prátika Locações movimentou R$ 9 milhões.

Nesta quarta-feira, quem também depôs foi Fernando Aires, da Odebrecht Ambiental, que confirmou os repasses informados por Fred.
Blog do BG