FPM: João Câmara e mais 43 municípios do RN têm a cota zerada no primeiro repasse de Julho

A crise financeira voltou a agravar as finanças dos municípios potiguares. O segundo semestre de 2018 inicia com 44 cidades com o Fundo de Participação dos Municípios – FPM zerados na primeira cota de julho, ficando sem receber os recursos transferidos do Governo Federal. Dentre os 44 municípios, está João Câmara, Bento Fernandes, Jandaíra, Pedra Grande, Parazinho, Galinhos, Poço Branco, Touros, Pureza, Rio do Fogo e São Bento do Norte.

Para a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, a falta do repasse afeta as gestões municipais, comprometendo a realização dos pagamentos realizados pelos prefeitos e o equilíbrio financeiro programado pelas gestões.

Na avaliação do Presidente da Federação e Prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, a situação é complexa: “As prefeituras tentam driblar a crise de todas as maneiras, lidando com muitas responsabilidades financeiras e poucos recursos, e contam com o FPM para isso, que é um recuso fundamental para todas as cidades. A falta desse dinheiro afeta gravemente o planejamento das gestões municipais do RN”, disse.

Qual sua opinião?