PF faz buscas nas secretarias de Saúde do Recife e de Jabotão em investigação sobre contratos de combate à Covid-19

Polícia Federal faz buscas no edifício sede da prefeitura do Recife, nesta quarta-feira (16) — Foto: Elvys Lopes/TV Globo

A Polícia Federal em Pernambuco cumpre, nesta quarta-feira (16), mandados nas secretarias de Saúde do Recife e de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, dentro de uma investigação que apura supostas irregularidades em contratos relacionados ao combate à Covid-19, que somam R$ 57 milhões. Foram emitidos, ao todo, um mandado de prisão temporária e 21 de busca e apreensão.

A pasta, no Recife, fica na sede da prefeitura, onde policiais federais foram vistos logo no começo da manhã. O G1 entrou em contato com as prefeituras, mas não recebeu resposta até as 7h20. Até a última atualização desta reportagem, não havia confirmação de quem era o preso.

De acordo com a PF, a organização social de saúde (OSS), responsável por prestar serviços para as duas prefeituras, não teria estrutura operacional e financeira para fazer os serviços terceirizados, que foram contratados por meio de recursos enviados aos municípios pelo Ministério da Saúde.

A PF afirmou, ainda, que pode ter ocorrido pagamento indevido a agentes públicos. Os contratos foram firmados com dispensa de licitação em ambos os casos. Os envolvidos podem responder por peculato, organização criminosa, falsidade ideológica e dispensa indevida de licitação.

O contrato firmado pelo município do Recife foi no valor de R$ 34.028.654,07 e o de Jaboatão dos Guararapes, no valor de R$ 23.740.308,84, apontou a investigação.

G1 PE

Qual sua opinião?