Lula: “A gente tem que seguir o exemplo do povo do Chile, atacar”

Um dia após ser solto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu o tom ao discursar em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, neste sábado (9), e foi ao confronto político. Em aproximadamente 40 minutos, o petista agradeceu o apoio da militância, atacou o governo federal e sugeriu que o Brasil siga o “exemplo do povo do Chile”, país que enfrenta violentos protestos que já resultaram em aproximadamente 20 mortes.

“A gente tem que seguir o exemplo do povo do Chile, do povo da Bolívia, a gente tem que resistir. Na verdade, atacar e não apenas se defender”, disse o ex-presidente.  O ex-presidente armou que o Chile é o modelo de país que o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer construir no Brasil. “Governo deve explicar esse projeto econômico que vai empobrecer a sociedade brasileira”, disse. “A aposentadoria do Chile é o que Guedes quer implantar aqui”, armou.

O Antagonista

Qual sua opinião?