Estudante manifesta vontade de cometer massacre no interior da Paraíba e PM faz buscas em centro universitário

Do Click PB – Um boato de ataque ao centro universitário Unifacisa circulou nesta segunda-feira (25) e causou apreensão em Campina Grande e região do Agreste paraibano. O tenente coronel Francimar explicou ao ClickPB que um estudante teria compartilhado através do WhatsApp que estava pensando em fazer o mesmo que dois adolescentes atiradores fizeram em uma escola no município de Suzano, São Paulo, ao matar colegas e funcionárias e ferir outros com tiros e golpes de machado, no último dia 13 de março.

O tenente coronel Francimar disse, ainda ao ClickPB, que o aluno seria chamado a depor para esclarecer os fatos divulgados. Às 17h20, a informação era de que o aluno foi encontrado e passou a ser ouvido pela polícia na sala da diretoria da Unifacisa.

Ainda segundo informou, mais cedo, o comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), equipes da PM estiveram no centro universitário e constataram que o rapaz não estava no local e que as aulas estavam acontecendo normalmente.

Veja as conversas que o estudante teve no WhatsApp falando sobre o que planejava