Esplanada: plano de obter 308 votos para a Reforma da Previdência naufraga

Naufragou o plano do presidente Michel Temer e da cúpula palaciana de iniciar o ano “a todo vapor” para obter os 308 votos necessários para aprovar a reforma da Previdência em fevereiro.

O tema praticamente saiu da agenda – ofuscado pelos tropeços e polêmicas que atingiram o Governo nos últimos dez dias, como o anúncio e recuo nas mudanças na Lei de Responsabilidade Fiscal (regra de outro), o embate cada vez mais agudo entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro-presidenciável, Henrique Meirelles (Fazenda), além da malfada nomeação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o comando do Ministério do Trabalho.
O Dia

Qual sua opinião?