Bolsonaro sobre covid: “Morre gente todo dia por série de causas. É a vida”

(foto: AFP / EVARISTO SA)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (31/07) que “morre gente todo dia de uma série de causas. É a vida”. A declaração foi feita após a inauguração de condomínios populares em Bagé, no Rio Grande do Sul, na qual ele comentou sobre os casos de coronavírus, disse lamentar as mortes e voltou a falar sobre o uso de cloroquina, embora não tenha eficácia científica comprovada no tratamento.

“Nós temos três ondas a questão da vida, a recessão, e em cima da miséria, vem o socialismo. É isso que vocês querem no Brasil? Temos é que enfrentar as coisas, acontece. Eu estou no grupo de risco. Eu nunca negligenciei, eu sabia que um dia ia pegar, como infelizmente, eu acho que quase todos vocês vão pegar um dia. Tem medo do que? Enfrenta. Lamento. Lamento as mortes, tá certo. Morre gente todo dia de uma série de causas e é a vida. Minha esposa agora tá, depois de quase um mês que peguei o vírus, ela pegou”, apontou.

Bolsonaro ressaltou ainda que não está “apostando” na cloroquina, mas sim, que estudou sobre o medicamento. Mais cedo, ele exibiu uma caixa do medicamento a apoiadores. “Olha só. Cloroquina. Não é que eu apostei. Eu estudei a questão junto com médicos, via como estava sendo feito no mundo, em especial em países da África e quando você não tem alternativa, não proíba o médico que por ventura queira usar aquele tratamento. Se não fosse essa tentativa e erro da questão do receituário off label, fora da bula, muitas doenças ainda estariam até hoje existindo no mundo”.

Correio Braziliense

Qual sua opinião?